LOTE 001

LOTE - COND. THAI RESIDENCE

As fotos são meramente ilustrativas
Sustado
MAIOR LANCE NO MOMENTO

LANCE INICIAL

R$ 165.000,00

visualizações: 778
encerra em:
00 dia(s), 00 h : 00 m : 00 s
Data do encerramento
Início do Leilão
às
LEILÃO JUDICIAL DO 5º JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE ARACAJU
LEILÃO JUDICIAL
Online
Valor de Avaliação: R$ 165.000,00
Data 1º Leilão: 05/07/2021 09:00
Lance Inicial: R$ 165.000,00
Data 2º Leilão: 26/07/2021 09:00
Lance Inicial: R$ 132.000,00
Local do Leilão: - Eletronicamente através do site WWW.LANCESE.COM.BR

Últimos Lances

Detalhes do Lote
Compartilhar:    

Comitente: 5º JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE ARACAJU

Cidade: Barra dos Coqueiros/SE
Endereço: Rodovia SE-100- Lote de nº. 02, Quadra nº. 09, Cond. Thai Residence
Matrícula: 3.690, Cartório do 2º Ofício da Barra dos Coqueiros/SE.

Descrição: 01 (um) Lote de nº. 02, Quadra nº. 09, integrante do THAI RESIDENCE, situado na Rodovia SE-100, Barra dos Coqueiros/SE, perfazendo uma área de 750,18m², matrícula nº. 3690, Cartório do 2º Ofício da comarca de Barra dos Coqueiros/SE.

Processo: 201940503019
Vara: 5º Juizado Especial Cível
Comarca: Aracaju
Exequente: CONDOMÍNIO THAI RESIDENCE BOSQUE DE PRAIA
Executado: FLAVIO CYRYLLO DOS SANTOS JUNIOR
Localização do Imóvel

Endereço: Rodovia SE-100- Lote de nº. 02, Quadra nº. 09, Cond. Thai Residence
Cidade: Barra dos Coqueiros / SE - CEP: 49140-000

Observações do Lote

ÔNUS: DÉBITO DE ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA (R.4) constituída e registrada às margens da matrícula nº. 3690, Livro RG-02, na Circunscrição Imobiliária da comarca de Barra dos Coqueiros, em favor da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, no valor de R$312.611,57 (trezentos e doze mil e seiscentos e onze reais e cinquenta e sete centavos), conforme demonstrativo de débito às Fls. 172 dos autos; DÉBITO DE CONDOMÍNIO em R$5.517,80 (cinco mil e quinhentos e dezessete reais e oitenta centavos), conforme demonstrativo de débito às Fls. 126 dos autos, que se referem ao valor atualizado da execução. OBSERVAÇÃO PARA OS ARREMATANTES: De acordo com a decisão proferida no expediente de 11/03/2021 (Fls. 237 dos autos), o Juízo traçou o seguinte entendimento quanto a responsabilidade do arrematante no pagamento do débito condominial. Atente-se: “[...] os débitos condominiais possuem natureza propter rem (art. 1345 do CC)”.